11 setembro 2018 4:59 pm

Após prisão, Cida Borghetti tenta se distanciar da imagem de Beto Richa

Lino Ramos
Redação Paiquerê

… Cada um com seus problemas: Em plena disputa pelo Palácio Iguaçu e aliada de Beto Richa (PSDB) na campanha eleitoral, a governadora Cida Borghetti (PP) tratou de se afastar da imagem do ex-governador do Paraná, preso na manhã desta terça-feira (11) pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado).

“Cada um responde por seus atos”, afirmou a governadora, que assumiu o comando do Estado do Paraná em abril, depois que o tucano deixou o governo para disputar o Senado.

Coincidência infeliz
Beto Richa foi preso no dia em que o pai dele, o ex-governador e ex-prefeito de Londrina José Richa completaria 84 anos. José Richa nasceu em 11 de setembro de 1934 e morreu em 17 de dezembro de 2003, aos 69 anos.

Faltou ao encontro
A ex-primeira dama Fernanda Richa tinha uma agenda política em São Mateus do Sul, às 10 horas desta terça-feira. Não pode comparecer. A esta hora já estava presa …

Ensaboado
Justo no dia em que Beto Richa foi preso, o candidato ao Governo Ratinho Júnior (PSD) foi sabatinado durante entrevista na Associação das Emissoras de Radiodifusão do Paraná (Aerp).

Procurando ser polido, Ratinho disse que a prisão do ex-governador “é um episódio triste para a política paranaense”. Também evitou críticas diretas ao ex-governador, alegando que é preciso “dar espaço para ampla defesa das pessoas públicas investigadas”.

Ratinho Júnior foi secretário de Desenvolvimento Urbano (Sedu) do Paraná de 2013 a 2017. Por coincidência, ontem fez um ano que ele deixou co cargo.

Língua Preta
Acostumado a acompanhar as manifestações dos servidores estaduais contra a política salarial do ex-governador, um jornalista atento de Londrina cravou no Whats App: “Agora eu quero ver algum professor gritar: Fora Beto Richa”.

Comentários Facebook

Comentários