9 agosto 2018 1:51 pm

Comissão do IPTU inicia segunda fase de depoimentos na próxima semana

Redação Paiquerê

Aconteceu nesta quarta-feira (8) uma nova reunião com oitivas da Comissão Especial de Inquérito instalada na Câmara Municipal para investigar supostas fraudes no cancelamento de impostos revelados na operação Password do Ministério Público (MP). Por aproximadamente duas horas, os vereadores Filipe Barros (PSL) e Amauri Cardoso (PSDB) ouviram o corregedor-geral do município, Alexandre Tranin, o corregedor-adjunto, Diego Rodrigues Martins, e o auditor fiscal de tributos da Secretaria Municipal de Fazenda, Thiago Machado Kakitani.

O vereador Jamil Janene (PP), membro da Comissão, não participou da reunião pela segunda vez. O presidente da Comissão disse que a reunião confirmou alguns fatos como esclarecer o convênio que foi firmado entre o Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e a Prefeitura de Londrina. Fábio Tanno, será o próximo convidado na condição de testemunha. Além dele, também será ouvido o proprietário da empresa supostamente beneficiada pela ação dos servidores no próximo dia 22.

Segundo estimativas do MP, o município de Londrina deixou de arrecadar cerca de R$ 700 mil em tributos municipais, principalmente com IPTU. Vale destacar que três servidores foram afastados de suas funções e a estagiária em questão não fazia mais parte do quadro de funcionários da Secretaria de Fazenda.

Comentários Facebook

Comentários