11 outubro 2017 3:52 pm

Direitos Humanos propõe assentamento para invasores do Flores do Campo

Lino Ramos
Redação Paiquerê

O coordenador do Movimento Nacional de Defesa dos Direitos no Paraná, Carlos Henrique Santana, defende a criação de um novo assentamento para atender as famílias que ocuparam o Residencial Flores do Campo, empreendimento do Minha Casa Minha Vida na zona norte de Londrina. O empreendimento estava em fase de conclusão quando foi ocupado e com isso a Caixa Econômica Federal suspendeu os repasses do programa para a cidade.

A Justiça Federal já emitiu a reintegração de posse, mas a Polícia Federal (PF) não tem prazo para cumprir essa ordem. Segundo Carlos Santana, a criação de um assentamento evitaria a violência do despejo e atenderia as famílias que ocuparam o local por não terem onde morar.

Comentários Facebook

Comentários