14 setembro 2018 11:09 am

Feridas emocionais

Maria Cristina Orcelli
O Mundo da Psicologia

feridas emocionais
Foto: Divulgação

Você sabia que boa parte dos problemas emocionais que carrega tem origem no relacionamento familiar com seus pais na infância? Desde o momento que o feto está na barriga ele já está sentido a influência dos sentimentos, pensamentos da mãe e do pai. Brigas, sentimentos de rejeição, todas as sensações ficam marcadas emocionalmente no feto.

Partindo do princípio que os pais também guardam cargas emocionais trazidas de seus avôs e acabam passando de forma inconscientes seus problemas para os filhos através de atitudes, exemplos e palavras, a dimensão do problema é bem maior do que você possa imaginar você é apenas um elo de uma grande cadeia. A imagem que nos passam dos pais é que são adultos maduros e responsáveis. Então uma parte de você cobra de seus pais consciente ou inconscientemente coisas que eles deveriam ter feito, coisas que deixaram de fazer, o carinho e a atenção da forma que queriam. Por outro lado você não vê que seus pais também são filhos, é importante pensar nisso e tentar se colocar no lugar deles de forma verdadeira, conseguindo assim limpar essas emoções negativas e perdoar cem por cento.

Só assim você conseguirá sair da posição de vítima, de criança abandonada para a posição de adulto que é capaz de comandar seu próprio destino, sem ter que culpar mais ninguém pelos seus problemas. Mágoas, raiva, abandono, rejeição, enfim questões mal resolvidas com os pais interferem de uma forma muito significativa em todas as áreas da sua vida: relacionamentos, vida profissional e saúde física. Quanto mais em paz você estiver com seus pais, mais a sua vida flui. Não importa se eles foram bons ou ruins, se erram ou acertam muito ou pouco, o que importa é o quanto você está bem ou mal resolvido com essas questões. Procure uma forma para curar esses sentimentos, não importa o quanto tenha sido difícil o relacionamento no passado.

Tente entender que todos foram pais e filhos dentro de uma cadeia muito maior, e que não existem vítimas nem culpados. Escolha assumir essa responsabilidade de mudar por que agora você tem consciência que pode. Com certeza sentirá uma sensação de alívio e paz que jamais sentiu em sua vida. Se não conseguir fazer isso sozinho procure ajuda de um profissional, mas faça isso o mais rápido possível e verá como sua vida será totalmente diferente.

Pense nisso!

Comentários Facebook

Comentários