14 setembro 2018 10:42 am

Joel Malucelli se entrega ao Gaeco; Ex-governador e esposa prestam depoimento

Redação Paiquerê

Gaeco Curitiba Foto Reproducao Google Maps
Depoimentos estão sendo prestados no Gaeco de Curitiba. Foto: Reprodução Google Maps

O empresário Joel Malucelli, que chegou a ser considerado foragido, se entregou as autoridades após retornar de viagem à Itália na manhã desta sexta-feira (14). Ele agora ficará preso, cumprindo mandado de prisão expedido pelo juiz Fernando Fischer, da 13ª Vara Criminal de Curitiba. Ao todo, 15 pessoas foram detidas. A operação foi deflagrada na terça (11). A suspeita é a de que todos tenham envolvimento em um esquema de superfaturamento de contratos para manutenção de estradas rurais para o pagamento de propina para agentes públicos. Esses contratos faziam parte do programa Patrulha do Campo.

Presos desde terça, o ex-governador Beto Richa e sua esposa, Fernanda Richa, chegaram ao Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), em Curitiba, por volta das 8h30 para prestar depoimento. Joel Malucelli, sogro de João Arruda e primo do candidato a vice-governador de Cida Borghetti, Coronel Malucelli, também deve ser ouvido. Outros dois que devem depor ainda nesta sexta são André Bandeira e Edson Casagrande.

O ex-governador do Paraná e sua esposa irão prestar depoimento aos promotores do Ministério Público do Paraná (MP-PR) ao longo de toda a manhã e em seguida retornarão para o Regimento de Polícia Montada, no Tarumã, onde estão presos. Cândido Oliveira, repórter na Capital, atualizou as informação no durante participação no Programa Carlos Camargo.

Segundo Leonir Batisti, coordenador estadual do Gaeco, já foram ouvidos ao longo desta semana Pepe Richa, irmão de Beto e ex-secretário de Infraestrutura; Aldair W. Petry; o contador Dirceu Pupo; e o empresário Celso Fraga. “Nesta sexta estão marcadas as oitivas de Celso Casagrande (empresário) e vamos seguir ouvindo, a principio, André Bandeira, o ex-governador Beto Richa e a ex-secretário Fernanda Richa. O Joel Malucelli se entregou e estamos fazendo as formalidades para registro da implantação dele no sistema. Depois dos depoimentos deveremos fazer as análises e, eventualmente, ver as medidas que vamos tomar. Quem sabe a própria denúncia ou outras, que ainda não temos definido”, explicou Batisti.

Confira vídeo de Leonir Batisti:

 

Comentários Facebook

Comentários