13 março 2018 8:51 am

OAB critica falta de estrutura em centro de triagem no 4° Distrito

Redação Paiquerê

4 distrito policial de Londrina - Central de Flagrantes - Foto Google Maps
O local tem sido usado pela Polícia Civil como central de triagem para presos em flagrante. Foto: Reprodução Google Maps

A Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em Londrina, vai participar de uma vistoria, nesta terça-feira (13), na carceragem do 4° Distrito Policial de Londrina, na avenida Dez de Dezembro. O local tem sido usado pela Polícia Civil como central de triagem para presos em flagrante, mas não oferece estrutura adequada para o trabalho.

Em alguns casos, apesar de ser centro provisório, pessoas detidas estariam ficando em um conteiner a espera de encaminhamento. A coordenadora da comissão na OAB, Fabíola Larissa Matozzo, afirmou que o 4°DP apresenta os mesmos problemas de todo o sistema: superlotação e proliferação de doenças. Antes de se tornar um centro de triagem, a delegacia era destinada à carceragem permanente.

No final de 2017, quando houve um surto de doenças de pele no 4° DP, a Secretaria de Segurança Pública do Estado (Sesp) informou que iria “tomar as medidas cabíveis” quanto a superlotação. Devem participar da vistoria membros da OAB, pastoral carcerária, Ministério Público (MP), Movimento Nacional dos Direitos Humanos e outras entidades. A reportagem procurou também a Polícia Civil na delegacia, porém ninguém atendeu nos telefones do 4° DP e da 10ª Subdivisão Policial.

Comentários Facebook

Comentários