13 setembro 2018 5:50 pm

Procon aponta irregularidades em aumento no preço do etanol

Lino Ramos
Redação Paiquerê 

O preço mínimo encontrado da gasolina foi de R$ 4,27 e preço máximo de R$ 4,89. Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
O preço mínimo encontrado da gasolina foi de R$ 4,27 e preço máximo de R$ 4,89. Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Nova pesquisa feita pelo Procon de Londrina confirma os aumentos nos preços dos combustíveis. Segundo o levantamento, o preço médio do litro da gasolina comum foi encontrado por R$ R$ 4,52, o que corresponde a um aumento de R$ 0,20 (ou 4,39%) em comparação com a pesquisa anterior, realizada no dia 29 de agosto deste ano.

O menor preço encontrado pelo Procon foi de R$ 4,27 e o valor máximo para a gasolina foi de R$ 4,89. Já o custo médio do litro de etanol foi de R$ 2,80, representando um aumento de R$ 0,22 (ou 7,99%) quando comparado com a pesquisa realizada no final de agosto. Neste caso, o valor mínimo cobrado foi R$ 4,27 e máximo R$ 4,89.

Segundo o coordenador do Procon, Gustavo Richa, os donos de postos  aproveitaram o aumento praticado pela Petrobras nos combustíveis regulamentados pela Estatal para também reajustar o valor do etanol, que é comercializado diretamente entre a usina e posto de combustível.

Além disso, ele lembrou que o Brasil está em plena colheita da cana-de-açúcar e não há justificativa para esse aumento.

Segundo ele, o Procon vai entrar em contato com o Ministério Público, para tomar providências contra esse aumento indevido no preço do álcool:

 A pesquisa sobre o preço dos combustíveis pode ser encontrada no site:www.londrina.pr.gov.br/procon. A Coordenadoria de Defesa do Consumidor fica na Rua Mato Grosso, 299, centro de Londrina.

Os atendimentos são feitos de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas, com retirada de senhas até as 14 horas. O telefone é o 151 ou (43) 3345-0396 e o e-mail é: procon@londrina.pr.gov.br.

Comentários Facebook

Comentários