14 setembro 2018 8:41 am

Procuradoria entende que comissão está dentro do prazo e legalidade

Neto Almeida
Redação Paiquerê

O presidente da Câmara Municipal de Londrina, Ailton Nantes (PP), informou no início da sessão ordinária desta quinta-feira (13) que a sessão de julgamento, que pode cassar os mandatos os vereadores afastados Rony Alves (PTB) e Mário Takahashi (PV), será realizada no domingo, às 9h. Anteriormente, já teve uma sessão marcada em 20 de agosto, porém foi suspensa após liminar do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR).

A defesa de Takahashi entrou com nova ação na terça-feira (11), questionando o prazo decadencial, entretanto, o juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública de Londrina, Márcio José Vieira, deu dez dias de prazo para que a Câmara responda os questionamento. Miguel Aranega Garcia, procurador jurídico da Câmara, foi questionado pela reportagem da Paiquerê se o rito da comissão está de acordo com a lei. Ele defendeu que a CP está dentro do prazo e da legalidade.

Comentários Facebook

Comentários