11 janeiro 2018 4:47 pm

Tocantins celebra reencontro com Ricardinho e não espera privilégios no alviceleste

Redação Paiquerê

Logo após sua apresentação, atacante esteve em campo no jogo-treino contra o Linense. Foto: Gustavo Oliveira/Londrina Esporte Clube
Logo após sua apresentação, atacante esteve em campo no jogo-treino contra o Linense. Foto: Gustavo Oliveira/Londrina Esporte Clube

Depois de uma passagem pela Europa, atuando pela equipe do Estoril (POR), o atacante Gustavo Tocantins voltou ao Brasil para atuar pelo Londrina Esporte Clube (LEC) e reencontrará o técnico Ricardinho, que foi o seu treinador na Portuguesa em 2016. Vindo por empréstimo, o jogador busca maiores oportunidades no alviceleste.

“Já tinha o desejo de voltar ao futebol brasileiro, para um time que poderia me colocar no cenário nacional, e apareceu a oportunidade de vir ao Londrina. Queria estar mais próximo dos meus pais e do meu povo. Fiquei um ano e meio, aprendi bastante, tive experiências bacanas. Não tinha porque não aceitar este desafio de vir para o Londrina. Realmente na Europa o futebol é diferente, mas as pessoas têm que entender que o país do futebol é o Brasil”, afirmou o atleta, que ainda tem contrato com o clube português até 2020.

Sobre o novo treinador do Tubarão, o atacante foi só elogios e não se vê “privilegiado” por já ter sido comandado pelo pentacampeão anteriormente. “Isso (voltar a trabalhar com Ricardinho) foi um ânimo a mais. Ele é um cara que além de ser um grande técnico, foi um grande jogador. Trabalhei com ele na Portuguesa durante o estadual, me deu oportunidade, até o meu primeiro gol no profissional foi com ele, e fico feliz por reencontrá-lo. Preciso trabalhar igual os outros e esperar a minha oportunidade. Quero fazer muitos gols e ajudar o Londrina a alcançar os seus objetivos. Nos últimos anos bateu na trave, mas espero que este ano possa ser diferente”, finalizou Tocantins.

 

 

Comentários Facebook

Comentários