9 janeiro 2019 1:59 pm

Advogado de Takahashi aguarda fim do prazo de afastamento

Neto Almeida
Redação Paiquerê

Mario Takahashi (PV) e Rony Alves (PTB) seguem afastados da Câmara Municipal de Londrina desde o dia 24 de janeiro de 2018 após a deflagração da operação ZR3 que investiga os parlamentares por integrarem um esquema de mudanças de zoneamento no município mediante a acordos. Na última sexta-feira (5), o promotor do Gaeco, Leandro Antunes, disse que pondera a possibilidade de solicitar a Justiça um novo afastamento.

O primeiro afastamento venceu em meados de 2018 e foi prorrogado por mais 180 dias. A prorrogação, entretanto, acaba no próximo dia 24 ou 25 deste mês, ou seja, os dois parlamentares podem retomar as funções públicas. Alves no dia 22 de dezembro foi preso, por suposta ameaça ao empresário Júnior Zampar, a principal testemunha da ZR3. Ele foi solto na semana passada, após um habeas corpus concedido pelo Tribunal de Justiça do Paraná.

Anderson Mariano, advogado de Takahashi, conversou com a reportagem da Paiquerê sobre a possibilidade de seu cliente retomar sua função política.

Ouça a entrevista:

Comentários Facebook

Comentários