12 outubro 2018 8:08 am

Conselheiro diz que Sercomtel está morrendo por inanição

Lino Ramos
Redação Paiquerê

Foto: Fernando Cremonez Ascom CML

O prefeito de Londrina Marcelo Belinati (PP) pode anunciar na semana que vem o plano de recuperação da Sercomtel. Sem dar detalhes do que será implantado, ele afirmou que o objetivo é convencer a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) que o plano é suficiente para a empresa de Londrina.

Esta semana a Anatel abriu consulta pública ao edital de licitação para concessão dos serviços pertencentes à Sercomtel. Estão no edital a telefonia fixa local e de longa distância nacional e internacional, telefonia móvel, banda larga fixa e uso de radiofrequências. As manifestações serão aceitas até o dia 8 de novembro e o edital somente será usado se for decretada a caducidade da concessionária.

O relator da consulta pública, conselheiro da Anatel, Aníbal Diniz, disse que, caso a agência venha a declarar a caducidade da concessão e das autorizações, é melhor que já se disponha de um edital finalizado para os interessados em adquirir as licenças. O conselheiro ainda pediu “bom senso” para a Prefeitura de Londrina, controladora da empresa, e os acionistas. Diniz disse ainda aguardar uma proposta para sanear a operadora

“Esperamos que haja bom senso da prefeitura e dos acionistas majoritários da Sercomtel para que tomem providências, pois estamos simplesmente vendo uma empresa morrer por inanição e não tomar uma atitude”, afirmou ao portal Money Times. Segundo o prefeito Belinati, o problema da Sercomtel são as dívidas consolidadas de administrações passadas, porque atualmente a empresa está operando no azul.

Belinati disse que a consultoria contratada pela Copel (sócia da prefeitura na administração da Sercomtel) está concluída e aponta os caminhos para salvar a empresa.

A Sercomtel acumula dívidas de cerca de R$ 230 milhões e tem dificuldades para manter a operação. A Anatel decidiu abrir a consulta pouco mais de um ano após instaurar o processo para declarar a caducidade da concessão da empresa. De acordo com o presidente da Anatel, Juarez Quadros, a abertura do edital é uma medida “em paralelo” ao processo de cassação das licenças da Sercomtel, disse ao portal Money Times.

Comentários Facebook

Comentários